sexta-feira, 4 de abril de 2014

calendário da páscoa

Estou viva!

Sempre tento fazer coisas fofas e significativas para as datas comemorativas. Planejo, planejo e sempre fica em cima da hora. É muita coisa pra fazer. Filha, casa, trabalho, freelas, projetos pessoais e por aí vai.



Esse ano, eu tive a ideia de fazer um calendário da páscoa, como aqueles de natal (calendário do advento).
Minha super irmã, Illa, fez a seleção dos textos. A idéia não é ficar é ficar mostrando cada detalhe dos acontecimentos da Páscoa. É mostrar um panorama, o que é a Páscoa e seu real significado, para que a criança possa começar a entender isso de uma forma mais ampla.

A contagem começa no domingo. A lista abaixo é um roteiro com o tema/resumo de cada dia, para ajudar na reflexão com as crianças.
1. Deus nos criou 
2. Para quê fomos criados? Para glorificar a Deus 
3. Fomos e estamos separados de Deus pelo pecado
4. Deus prometeu um Salvador. Profecia do sacrifício do Salvador
5. Jesus veio para que tenhamos vida
6. O mandamento de Jesus é o amor 
7. Domingo de Ramos 
8. Jesus é o cordeiro de Deus (trabalhar a relação do sacrifício do cordeiro na antiga páscoa e o sacrifício de Jesus – nova páscoa) 
9. Jesus é a vida 
10. Jesus é o bom pastor 
11. Santa ceia, nova aliança 
12. Quem perde a sua vida, ganha 
13. Crucificação 
14. Pelo sacrifício de Jesus somos religados a Deus, somos livres do pecado 
15. Ressureição. Jesus vive!



Agora vamos à parte prática.

Lista de materiais:
• 2 folhas de papel A4 gramatura 180g/m²
• Impressora (não precisa ser colorida)
• Lápis de cor ou canetinha para colorir
• Estilete • Régua • Base para corte
• Cola branca
• Furador de papel (aquele que faz furo em folha de fichário)

Tudo muito simples. O arquivo está aqui. São 3 páginas, então imprima a primeira página em frente e verso. O verso é a guia para cortar as janelinhas, não corte nas linhas tracejadas. As nuvens tem que ser cortadas pela frente mesmo, um pouco pra dentro da linha. Não vique as dobras e não force a abertura das janelas, senão elas vão ficar meio abertinhas. Deixa pra abrir só no dia mesmo. Com o furador corte uma meia lua em cada janela para facilitar sua abertura.

Coloriu, cortou, agora é só colar uma folha sobre a outra e tá pronto. Contar, celebrar e se alegrar porque Ele vive!

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

a mesa do bolo

Tenho decorado algumas festas infantis, foi uma coisa q aconteceu naturalmente. Decorei a festa da sobrinha, da filha, do filho de uma amiga e por aí foi.

Eu tenho um emprego de meio período, uma filha de 1 ano que não vai a escola, não tenho empregada e ajudo o marido na empresa. Então não consigo fazer muitas festas, faço umas 6 por ano. Gosto de cuidar de cada detalhe. Trabalho com poucos fornecedores e faço quase tudo à mão. É muito papel, cola, tecido.... e muita bagunça em casa. Todo mundo ajuda um pouco, mãe, irmãs, marido, amigas... Nos dias que antecedem cada festa é muita correria. Deixo a filha ora na casa da avó ora na casa de uma amiga, dirijo pra cima e pra baixo, durmo tarde, acordo cedo, mentira, não consigo acordar cedo. Tenho ficado bastante satisfeita com o resultado.

Decorar festas, não existe curso pra isso. A gente aprende observando e praticando. Vejo muitos blogs de festa, craft, decoração, ilustração, design, comida... tudo isso vai alimentando o meu banco metal de imagens e ideias, e vou agrupando as imagens no Pinterest.

Eu sou designer gráfico, cursei Desenho Industrial na Universidade de Brasília. E isso faz uma baita diferença no meu trabalho como decoradora de festinhas. Conhecimentos de layout, grid, composição, cor, tipografia, Gestalt, entre outros.

Quero falar um pouquinho sobre a mesa do bolo. Pra mim, ela é um grande cartaz. Os elementos tem que ser posicionados para gerar equilíbrio (não confundir equilíbrio com simetria). Tem que haver respiro, espaço branco. O bolo é sempre o elemento de destaque, de convergência. O fundo (painel) deve destacar os elementos e não brigar com eles.

Essa mesa eu acho perfeita, sou apaixonada por ela faz anos.

via Somewhere Splendid 


Sem tema. Apenas cores, preto e amarelo, e a base branca. O fundo é neutro e permite a perfeita visualização dos elementos. As bombonieres, apesar de serem mais altas que o bolo, são transparentes e por isso acabam ficando graficamente menores e o bolo ganha seu merecido destaque. O bolo é o objeto com maior área de preto e esse contraste e sua posição central fazem dele o foco da mesa. Cada elemento é visualizado com clareza. Linda!

Esses dias, dei de cara com essa outra mesa. Estava procurando coisas de abelha e ela apareceu.

via KLM events

Tem coisas legais, mas não gostei do conjunto. Tem muita sobreposição, não tem bolo. Eu não consigo decidir se o ponto focal é o bomboniere cheio de bala ou o carrinho de bebê. O painel é repleto de rosetas. Eu amo rosetas, mas não desse jeito, ficou carregado, sem contraste entre a figura e o fundo, fica difícil distinguir as coisas. As bandeirolas têm detalhes não finos que mal dá pra ler o que tá escrito, e ó que a foto é um close.

Mesmas cores, soluções tão diferentes. Eu, absolutamente, prefiro a primeira.

sábado, 20 de julho de 2013

vantagens da amamentação prolongada

ontem, rosa se machucou feio
houve sangue envolvido
não sei como, pq não vi
ela estava brincando no chão
e provavelmente bateu a boca no pé da poltrona
e cortou o lábio superior
e sangrou e chorou, chorou desconsoladamente
tentamos dar água, dar gelo pra ela chupar e ela não aceitou nada
só chorava
foi quando eu tive a brilhante ideia de dar peito
ela aceitou na hora
e cerca de 3 minutos depois estava sorrindo, com o lábio ainda inchado, como se nada tivesse acontecido
leite materno, santo calmante

terça-feira, 18 de junho de 2013

laços

na festa de um ano da rosa a maior parte das crianças tinham entre 1 e 3 anos
então quis fazer um lembrancinha que fosse útil, fofa e não perecível
laços de cabelo
essa ideia não surgiu do nada, já vinha experimentando fazer uns laços
a um tempo atrás eu comprei um 2 laços lindos no esty, eu nem tinha filha nem tava grávida,
dei um de presente pra filha de uma amiga e o outro eu guardei
então nasceu minha sobrinha e depois minha filha e a vontade de fazer os laços apareceu
e ter um de cada cor pra cada roupa e meninas fofas sempre
fui tentando com fitas que já tinha em casa. assistia um vídeo, fazia, desmanchava e começava de novo. tentei vários modelos e métodos e fui pegando o jeito.
fiz os laços nas cores da festa, rosa, azul e branco
eis o resultado

segunda-feira, 27 de maio de 2013

quarto

o quarto da rosa foi planejado com carinho e demorou muito tempo pra ficar pronto.
trouxemos o berço e trocador no dia em que ela nasceu. eu tendo contrações e ajudando minha mãe a colocar os estofados no berço. e vários detalhes só ficaram prontos depois que ela já tinha nascido.

o berço da vovó
quando eu ainda não sabia o sexo, eu pensava em um quarto bauhaus: cores primárias e formas geométricas. mas depois que eu soube que era menina, preferi fazer uma coisa menininha, princesa.   a coleção castle peeps da lizzy house foi a paixão inicial, com sua côrte medieval magenta sem a fofura extrema das princesas comuns. magenta e não rosa. como os outros tecidos da coleção não tinham cores tão vibrantes acabei escolhendo a coleção washi da designer rashida coleman-hale para a decoração. os tecidos foram utilizados no berço, almofadas da poltrona e bastidores.
o berço patente veio da casa da minha avó. foi o berço em que minha mãe e tios dormiram, e também eu e minha irmãs quando íamos passar férias na minha vó. o berço é bem grande, do tamanho de uma mini-cama, lembro de dormir nele mesmo grande, com uns 4 ou 5 anos. esse berço tem muita memória e um grande valor afetivo.
a parede do berço foi pintada usando um estêncil de poá e verniz spray. na primeira foto dá pra ver um pouco o efeito. a ideia inicial era um poá creme claro, mas as cores de spray são muito esquisitas. a gente tentou um amarelo e ficou meio esverdeado. então tivermos que pintar a parede de branco de novo e o marido teve a genial ideia de usar verniz.

almofada de castelos: tecido da colação castle peeps, lizzy house. rosa pisoteando o lindo cachorro almofada da ju padilha
a poltrona escolhida foi a electra com pés palito do fernando jaeger. eu já era apaixonada por essa poltrona a muito tempo e a precisão de uma poltrona de amamentação foi uma ótima desculpa para, enfim, comprá-la.

os quadros: um poster da graziela que o tio clóvis trouxe da alemanha (trouxe só o poster. eu emoldurei aqui ) e uma linda aquarela da querida amiga luda. a aquarela foi encomendada e saiu perfeita! fada, cavalo, princesa, rosas, aventura.

ilustra da luda e móbile








detalhes da ilustração da luda









































móbile de papel
o  móbile é totalmente caseiro e foi inspirado no mini eco. feito de papel, linha, guache, fita e bastidor.
preferi um móbile geométrico em cores vivas e contrastantes pois considero mais estimulante para o bebê. móbiles comprados prontos muitas vezes só são bonitos pro adultos, o bebê que tá deitado embaixo só vê barrigas de bichos ou formas amorfas.


minha mãe costurou tudo: jogo do berço, trocador, almofadas e bonecas. a boneca macaca foi feita com um molde da mmmcrafts, está disponível no blog para uso pessoal.




o R bordado com botões foi usado na decoração do chá de bebê, foi porta de maternidade e hoje fica na porta do quarto dela.

chá de bebê da rosa





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...